INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 5/11/2016 14h9

Sua clínica ou consultório deve estar nas redes sociais?

Veja o que considerar antes de criar conteúdos de maneira intuitiva.

A pergunta que ilustra o título deste artigo é muito comum e, geralmente, vem acompanhada de muitas outras dúvidas sobre como utilizar essas ferramentas da maneira correta.

Para responder esse questionamento, imagine que você pudesse colocar um outdoor da sua clínica em uma avenida muito movimentada da cidade, onde clientes atuais e milhares de possíveis clientes passassem por ali, 24 horas por dia, sete dias por semana e por tempo indeterminado. Com toda certeza você faria esse outdoor, certo? Porém, se ele estivesse meio abandonado, sem iluminação, com as palavras escritas incorretamente e com uma foto distorcida, ainda assim você apostaria nessa comunicação? Provavelmente, não! Pois bem, essa é a resposta que costumo dar aos clientes sobre ter ou não uma página nas redes sociais: tudo depende da forma como você vai fazer isso, afinal, já dizia nosso consultor-mor Cláudio Gonçalves: ''antes anônimo do que mal falado''.

Gosto de pensar nas redes sociais para dentistas como uma extensão da clínica, uma forma de ''conversar'' com seu público, estabelecer relacionamento, saber o que eles pensam sobre o atendimento prestado, conhecer melhor os concorrentes, comunicar assuntos relevantes, mostrar seus serviços e interagir. Diferentemente de um site, onde só sua empresa ''fala'', nas redes sociais existe uma ''conversa''. As pessoas podem comentar, fazer solicitações, reclamações etc., e sua empresa precisa responder e acompanhar essa dinâmica.

Quando converso com os profissionais que tem menos intimidade com essas ferramentas, muitos demonstram certo temor e acreditam que estar nas redes sociais pode incentivar os clientes a reclamarem. Com relação a isso, minha resposta é clara e direta: se algum paciente estiver descontente com seus serviços, ele falará mal de você de qualquer jeito. A diferença é que se ele reclama em sua página, você tem a oportunidade de se retratar e demonstrar que está disposto a corrigir o problema. A mesma premissa é valida para os elogios, que uma vez registrados, ficam disponíveis para serem visualizados por todos que acessarem o perfil da clínica.

Se você deseja criar uma página para a clínica no Facebook ou então um perfil de Odontologia no Instagram, saiba que isso não pode ser feito apenas de maneira intuitiva e sem direcionamento. Apostar em estratégias de marketing digital voltadas às redes sociais é algo que exige conhecimento específico de técnicas, ferramentas e demais regras deste segmento, o que vai muito além do que você conhece só por ter um perfil pessoal.

Tenho pra mim que estar nas redes sociais já não é mais uma opção, e ao longo dos meus artigos aqui, vamos nos aprofundar mais nesse assunto, desbravando juntos as inúmeras particularidades desse universo.

Em breve estarei de volta.

Rafael Barros
Formado em marketing pela Faculdade Politécnica de Campinas; graduando em jornalismo pela Escola Superior de Administração Marketing e Comunicação (ESAMC); Redator e Social Media no Altera – Centro de Inteligência em Serviços. 
 
 


E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters