2009 | V6N6 | Páginas: 649

Implantes curtos

Short implants: a literature review

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Alinne Azevedo Pereira da Silva* Marcelo Fontes Teixeira** Alexander Höhn*** Vinícius Ferreira**** Eliane Barboza*****
* Especialista em Implantodontia - Associação Brasileira de Odontologia ABO - Rio de Janeiro/RJ; Professor substituto em Cirurgia Bucal da Faculdade de Odontologia - Universidade Federal Fluminense UFF - Niterói/RJ ** Mestre em Implantodontia - CPO São Leopoldo Mandic - Campinas/SP; Coordenador do curso de Especialização em Implantodontia - Unifoa - Volta Redonda/RJ; Professor dos cursos de Especialização em Implantodontia - ABO-Rio de Janeiro; Universidade Veiga de Almeida/RJ. *** Mestre em Implantodontia - CPO São Leopoldo Mandic - Campinas/SP; Especialista em Implantodontia - Universidade Gama Filho/RJ; Coordenador do curso de Especialização em Implantodontia - ABO-Rio de Janeiro. **** Mestrando em Odontologia - Universidade Federal Fluminense UFF - Niterói/RJ; Especialista em Prótese Dentária - ABO-Rio de Janeiro. ***** Doutora em Periodontia - Universidade de Boston; Professora associada - Universidade Federal Fluminense UFF - Niterói/RJ.

Resumo:

A disponibilidade de altura óssea é frequentemente um fator determinante do comprimento dos implantes. Em situações de volume ósseo extremamente reduzido, o cirurgião pode realizar procedimentos de enxertia óssea, que resultam em maior custo, maior morbidade e tratamento mais longo. Outra possibilidade para essas limitações anatômicas é o uso de implantes curtos com os quais é possível alcançar taxas de sucesso altas. Essa evidência é relatada em estudos que têm revelado resultados similares para implantes curtos e longos. O propósito deste estudo é revisar a literatura sobre implantes curtos instalados em ambos os arcos dentários, avaliando suas vantagens, desvantagens, indicações, contraindicações e suas taxas de sucesso.

Unitermos:

Implantes dentários; Implantes curtos; Reabilitação bucal.

Abstract:

Available bone height is often the limiting factor for implant length. In cases of extremely reduced bone volume, the surgeon may use augmentation procedures, which result in higher costs, greater morbidity, and longer treatment times. Another possibility for these anatomic limitations is the use of short implants. In spite of their low predictability, it is possible to achieve high success rates. This evidence is related to studies claiming similar results whether shorter or longer implants are used. The purpose of this study is to review the current literature about short implants in both jaws, evaluating their advantages, disadvantages, indications, contraindications, as well as their clinical success rates.

Key words:

Dental implants; Short implants; Oral rehabilitation.
  • Imprimir
  • Indique a um amigo