2014 | V11N4 | Páginas: 469-73

A influência da pré-carga em parafusos protéticos com e sem DLC sob forças laterais

The influence of preloading on DLC and non-DLC prosthetic screws under lateral forces

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Cristhine Sato de Souza Fernandez1
George Miguel Spyrides2
Heloísa Bailly Guimarães3
Jeter Bochnia Ribeiro4
Nathalia Albrecht5

1Especialista em Prótese Dentária – UFRJ; Mestranda em Clínica Odontológica da Faculdade de Odontologia – UFRJ.
2Professor associado da Faculdade de Odontologia – UFRJ; Doutor em Odontologia Restauradora – Faculdade de Odontologia da Unesp, São José dos Campos.
3Especialista em Prótese Dentária – UFRJ; Mestranda em Clínica Odontológica, área de atuação Dentística – UFF.
4Especialista em Prótese Dentária – UFRJ; Mestre em Engenharia Metalúrgica e de Materiais – UFRJ.
5Especialista em Prótese Dentária – UFRJ; Mestranda em Clínica Odontológica – Faculdade de Odontologia – UFRJ.

Resumo:

Objetivo: avaliar a influência de forças laterais aplicadas sobre os pilares em relação aos dois tipos de parafusos utilizados (com e sem DLC), de um mesmo sistema de implante. Material e métodos: neste trabalho, 20 parafusos protéticos de titânio sem tratamento de superfície (Neodent, Curitiba-PR, Brasil) e 20 parafusos com tratamento de superfície à base de carbono (Neotorque/Neodent, Curitiba-PR, Brasil), submetidos ou não a uma pré-carga inicial, foram comparados quanto à sua resistência in vitro através da aplicação de força perpendicular ao pilar do tipo reto (máquina universal de ensaios mecânicos – modelo EMIC DL100), fixado ao análogo do implante hexágono externo. Resultados: os resultados foram submetidos a testes estatísticos (Kruskal-Wallis), demonstrando não haver evidências para rejeitar a hipótese de igualdade entre os valores médios da força (N) entre os grupos (p-valor=0,2879). Uma grande variabilidade (desvio-padrão) entre as amostras pôde ser observada nos grupos dos parafusos Neotorque, onde o maior desvio-padrão foi encontrado no grupo dos parafusos Neotorque com pré-carga (99,89 N). O valor máximo de resistência foi verificado no grupo dos parafusos Neotorque com pré-carga (561,74 N). Conclusão: não há grande relevância clínica para a escolha de determinado parafuso, diante das forças perpendiculares aos componentes protéticos.

Unitermos:

Implantes dentários; Carbono.

Abstract:

Objective: to evaluate the influence of preload and lateral forces on two abutment screw types. Material and methods: Twenty titanium prosthetic screws (non-DLC, Neodent) and (DLC-coated, Neotorque) were fastened to a external hexagon implant analog and submitted or not to an initial preload. After, their in vitro resistance were verified under perpendicular loading (universal  testing machine - EMIC DL100). Results: the Kruskal-Wallis test demonstrated no differences between DLC and non-DLC groups (p=0.2879). A considerable standard deviation value was observed at the Neotorque screws, mainly for groups with applied preload (561.74N). Conclusion: within the limits of this study, the choice of prosthetic screw has no clinical implications based on perpendicular forces.

Key words:

Dental implants; Carbon.
  • Imprimir
  • Indique a um amigo